segunda-feira, 21 de junho de 2010

Adolescente

Ouvi dizer que a adolescência se estendeu até os trinta e cinco anos. Cada vez mais filhos têm chegado a esta idade morando com seus pais, apontam as estatísticas. A emancipação é um comportamento tipicamente adolescente, como são muitos outros.

Uma experiência adolescente é a descoberta da dialética por duas categorias formais: o normal e o bizarro. Tudo o que acontece pode se encaixar nessas duas classes na descoberta da investigação racional do mundo. Explorar o mundo para obter conhecimento é adolescente.

Uma cancha de adolescente é ser desacreditado. Ser tratado como um protótipo de adulto. O que um dia virá a ser um homem ou uma mulher. Sempre há alguém para apontar os limites que a idade impõe às escolhas sob a forma de regras. Se sentir preso é adolescente.

Olhar o mundo de forma adolescente é expressar. É fazer cara de bravo pra se livrar da bronca. Arregalar o olho diante da emoção forte. É fingir que sabe se defender das pessoas atacando. Expressar para chamar a atenção é coisa de adolescente.

Uma questão adolescente é o que será que eu sou. Tantas pessoas querem por mim que eu não sei o que eu quero. É descobrir os próprios gostos e manias se preocupando com os gostos e manias dos outros. Aprender a representar. A adolescência.

Representar papéis para conseguir o que se quer. Se você observar um adolescente fazendo uma escolha aparentemente equivocada, não pense que é uma questão de ingenuidade. O ingênuo pode ser você que não percebeu que o motivo da escolha é a provocação. Adolescente descobre que seu comportamento tem função.

Adolescente é descobrir o que fazer com outra pessoa. O que se faz com uma pessoa que incomoda. Como lidar com outra que desperta sensações estranhas e fortes. O que fazer para sobreviver nas relações. Saber cativar. Saber se livrar.

Amor adolescente é saber que não é impossível, e que isso não significa que viver a relação seja possível. Brigas adolescentes mostram a gratuidade do incômodo que fustiga a troca de acusações. É a opção pelo não calar quando se poderia deixar de falar.

Sentimento adolescente é aquele que tem cara de primeira vez. Que ocupa muito tempo na tentativa da compreensão. Que de tanto evitar em pensar, acaba estampado no sonho.

Quero olhar o mundo como adolescente. Como uma pessoa normal tentando viver feliz em um mundo bizarro.


Um comentário:

maichel disse...

sentimento adolescente é aquele em que, fustigado pela necessidade e instigado pelo próprio desejo, coloca o adolescente em contra ponto diante de si mesmo, na busca de um ideal, mesmo que esse seja algo irrisório, algo que esteja mais distante do que próximo, mas, que mesmo assim, inspira, anima, se faz presente e se mostra provocador.
não se pode decifrar ou simplesmente categorizar o pensamento adolescente, a busca pela experiência é algo que se mostra superior à própria vontade.
o adolescente sente, mesmo que por instantes, o sentimento mais puro que se pode ter, desperta em si mesmo a complexidade de algo novo e encantador, para depois, perdido em seus pensamentos e confuso diante da necessidade de escolha, negar tudo aquilo que buscava e seguir um outro rumo; ele não se arrepende, não há como fazer isso, ele ainda não sabe o que quer, está em busca de algo, algo esse que não se coloca de forma clara, uma inquietude que se faz presente a todo momento.
somente a busca, a decepção, a felicidade, ou qualquer outra forma de se vivenciar tal inquietude é que pode abrir caminhos, portas e trazer independência e evolução ao adolescente, mesmo que tenha trinta e poucos anos.
a forma mais bela de viver, amar, se dar ao próximo, de forma integral e sem preconceitos ou revézes, certamente está contida na essência vital de um adolescente, independentemente de sua idade cronológica.
" na busca por uma vida adolescente, olhe para o nada como quem deseja tudo;tenha tudo e deseje ter apenas a si mesmo."(MSF)

abração augusto...